Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Que dizer mais? Fazer o sumário.

 

A coligação PSD/CDS nega ao Grupo Parlamentar do PS autorização para visitar o depósito das obras de Joan Miró. Embora o Secretário de Estado da Cultura continue a insistir no inventário de todas as obras de arte que estavam alegadamente em posse ou propriedade do BPN.

Todavia e em resposta, a ex-Ministra Gabriela Canavilhas anuncia que o Primeiro Ministro tem em cima da secretária a solução para a questão, que evitará a venda das obras de Joan Miró. Acrescenta que não pode ainda falar sobre o assunto, mas garante que a solução passa por políticos e empresários. Por políticos e empresários? Quais? Os mesmos que sempre estiveram por trás desta trapalhada?

 

E agora julgue o leitor. Que podemos ou devemos deduzir da decisão da coligação PSD/CDS de impedir o Grupo Parlamentar do PS de visitar o depósito da obras senão que elas não estão como nunca estiveram lá?

 

E que devemos deduzir ao constatarmos que o PS acata sem tomar uma posição assertiva essa decisão senão que o PS também soube sempre que as obras não estão lá? E que tenta fazer ‘’vista grossa’’ sobre o assunto anunciando que existe na secretária do Primeiro Ministra uma solução para o problema?

A deputada Gabriela Canavilhas notabilizou-se, quando Ministra, como ‘’testa de ferro’’ do governo do PS, assumindo medidas como o desalojamento do Museu Nacional de Arqueologia do Mosteiro dos Jerónimos para dar lugar ao Museu da Viagem, entre outras.

A deputada Gabriela Canavilhas era Ministra da Cultura quando a colecção de obras de Joan Miró foi alegadamente depositada num cofre da Caixa Geral de Depósitos e nunca as quis ver, nem ordenou o seu inventário.

 

Todos já entendemos que, para lá das manobras eleitorais e de propaganda para as batalhas eleitorais que parecem aproximar-se, existe um pacto de regime entre o PS e a coligação.

Porque razão o Grupo Parlamentar do PS queria visitar o depósito das obras e não propôs desde logo que o depósito fosse visitado por todos os deputados que integram a Comissão Parlamentar de Educação e Cultura?

 

Até quando os meios de comunicação social vão dar cobertura às manobras políticas de bastidor? Porque razão, neste caso, não procuram fazer uma investigação séria?

Nada a fazer! São todos uns trapaceiros!

 

Relacionados: 
. O misterioso itinerário dos quadros de Miró

. Os Mirós num vale tenebroso

. Temos os Mirós do Japão... 

. Colecção Miró: conclusão

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)





Escreva-nos

oficinadalingua@gmail.com

Pesquisar

  Pesquisar no Blog







.


.