Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Portugal transformou-se num palco de guerra entre espiões, polícias e ladrões.

Depois da roleta russa do Tribunal da Relação ter escolhido Agostinho Torres para apreciar o recurso de José Sócrates contra a prisão preventiva, calham agoras as sortes a Santos Cabral para relator do pedido de ''habeas corpus''.
Agostinho Torres foi adjunto de Santos Cabral na direcção da Polícia Judiciária.
Maçonarias?
Maçonaria só há uma, a do Sócas e mais nenhuma.
O resto são comendas da venerável ordem de nosso senhor Jesus Cristo.

pj-684b.jpg

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


6 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.03.2015 às 13:43

Não estou assim tão confiante. A corporação está toda feita uma com a outra. Sócrates mesmo com a verdade e a razão todas do seu lado tem um duro combate pela frente. Até que a verdade e a razão GRITEM A PLENOS PULMÕES e seja insustentável o seu ruído ensurdecedor.

Comentar



MCN

foto do autor


Escreva-nos

oficinadalingua@gmail.com

Pesquisar

  Pesquisar no Blog